Terça-feira, 10 de Janeiro de 2006

Brinca comigo

criancas.gif


(Imagem recolhida na Internet)


Brinca comigo


 


Deixa-me brincar contigo


Como se fossemos duas crianças


Feitas de sonho e esperanças


E um do outro melhor amigo


 


Deixa-me brincar outra vez


Como nos nossos tempos de escola


Jogar às tuas prendas e à minha bola


Como noutros tempos a gente fez


 


Ri-te comigo e para mim


Canta outra vez de contente


Que assim seguimos em frente


 


No caminho daquele doce jardim


Que de brincadeiras não tem fim


E que residirá sempre na nossa mente.


 


Poema escrito a 10 de Janeiro de 2006


 

publicado por Paulo César às 21:53
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito
|
6 comentários:
De Cobarde a 12 de Janeiro de 2006 às 08:51
Querias brincadeira ...mas vou dar-te um trabalhinho............é agradavel juro.....visita esta minha amiga.......está no commeço e precisa de uma forcinha......... http://silenciodemulher.blogs.sapo.pt/ Ana Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)
De Cobarde a 11 de Janeiro de 2006 às 14:20
Como eu gostaria de poder ser criança outra vez, sem preocupações, sem dúvidas, sem consciência do que se passa à minha volta... Como é bom ser inocente...Crazy Li
(http://tentativa.blogs.sapo.pt)
(mailto:crazy_li@netcabo.pt)
De Cobarde a 11 de Janeiro de 2006 às 12:19
Queres brincar comigo? Olha que eu sei muitos jogos e gosto de fazer barquinhos, aviões e pombas de papel... capacetes e espadas de jornal... Queres? Tu sabes muitos jogos? BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)
De Cobarde a 11 de Janeiro de 2006 às 11:41
É tão bom brincar, voltar a ser criança, nem que seja apenas num instante...levemente fui criança nestes momentos em que te li...sim, vamos brincar ás escondidas...ficas tu a tapar os olhos!eheheheeh Encantamentos milMagia (Pozinhos de Perlimpimpim)
(http://outrapartedemim.blogs.sapo.pt)
(mailto:perlimpimpins@sapo.pt)
De Cobarde a 11 de Janeiro de 2006 às 08:44
Brincar como no tempo de criança, que bom seria. Mas isso é impossível porque com o passar dos anos a magia das crianças desaparece em nós,... que pena. Ainda á pouco peguei nos carrinhos do meu filho e tentei acompanhar a brincadeira e já não sou capaz de inventar horas de intertenimento com aquele objecto... Até na PLaystation onde eu ainda consegui derrotar o meu filho numa corridinha, agora é ele que "me dá baile"! Enfim... tudo muda.PDivulg
(http://www.lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)
De Cobarde a 11 de Janeiro de 2006 às 01:07
Este poema quase dava para os Greenwindows!! Realmente , era bom se a malta nunca deixasse de ser criança...um abraço!Tino
(http://lostwordsite.blogspot.com)
(mailto:aamaro@sapo.pt)

Ah sim? Pois escreve aqui

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O GUARDA-CHUVA MÁGICO

. Noite II

. BOAS NOTÍCIAS

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. EM LISBOA SOU FELIZ!!!

. Aprendendo com a Vida

. Manhã de Outono

. Alegria

. OBRIGADO A QUEM?

.arquivos

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

.Os Meus Queridos Amigos

blogs SAPO

.subscrever feeds