Terça-feira, 27 de Dezembro de 2005

Espanto!!!

espanto.jpg


(Imagem recolhida na internet)


Espanto


 


Temos lençóis por testemunhas


De tardes e noites de amor


Que testemunham sem pudor


E de vergonhas nenhumas


 


És minha e fazes-me só teu


Numa comunhão de sentidos


Em tantos extases já vividos


Tão pertos de chegar ao céu


 


O teu corpo é o meu encanto


E me surpreendes em espanto


Dando por mim a olhar-te


 


E em espanto este meu canto


Que me surpreende a lembrar-te


Noutro amor, noutra arte.


 


Poema escrito a 27 de Dezembro de 2005


 

publicado por Paulo César às 21:42
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito
|
8 comentários:
De Cobarde a 28 de Dezembro de 2005 às 22:02
Paulo, que belo poema, cheio de sensibilidade e sensualidade, gostei muito deste "espanto" as tuas palavras tem o sabor da magia do amor! Parabéns.Arthur Saraiva
(http://A Borboletinha Mágica)
(mailto:arthur_uk@hotmail.com)
De Cobarde a 28 de Dezembro de 2005 às 15:35
Mais um poema repleto de emoção e sentimento...paixão e amor, envolvimento e desejo! Alguem poderá dizer que não é lindo????Não acredito mesmo. BeijinhosElsita
(http://ritmos.blogs.sapo.pt)
(mailto:Elsita05@sapo.pt)
De Cobarde a 28 de Dezembro de 2005 às 14:43
O Amor sempre o Amor...Boa tarde Poeta, palavras sentidas estas, gostei muito :)* Beijinho grande **oteudocoelhar
(http://oteudocoelhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pr)
De Cobarde a 28 de Dezembro de 2005 às 12:29
Que espanto homem! Muito inspirador este Natal que nos permite deliciar as tuas belas e doces palavras. Um beijo na alma.Maggie
(http://undressmysoul.blogs.sapo.pt)
(mailto:undressed@sapo.pt)
De Cobarde a 28 de Dezembro de 2005 às 11:46
Paulo que fogo, que sensualidade, que belo e ESPANTOSO poema! Um Beijo, meu Querido PauloMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)
De Cobarde a 27 de Dezembro de 2005 às 23:46
olá querido paulo..
é bom regressar aqui depois das festas natalicias e encontrar a mesma pureza nas tuas palavaras poéticas...
muita histórias e estórias terão os lençois deste mundo para contar... umas mais felizes do que outras... mas sempre histórias ou estórias.
beijos na tua soulPaula
(http://www.mysoul.no.sapo.pt)
(mailto:mysoul_05@hotmail.com)
De Cobarde a 27 de Dezembro de 2005 às 23:13
"E em espanto este meu canto



Que me surpreende a lembrar-te"



Noutro amor, noutra arte." ...é sempre bom lembrar quem se ama quando o nosso coração não nos engana. Existem recordações que duram para sempre...assim como quando olhares para ela aos 60 anos...recordarás a mulher que amaste aos 30...será a face que verás. Muito bonito.


Mónica
(http://mco.blogs.sapo.pt)
(mailto:monicacarvalho1@sapo.pt)
De Cobarde a 27 de Dezembro de 2005 às 21:57
Olá:)) O poema é belo sensual erotico.Continuação de boas festas.
Jinhos fofosIsa
(http://singular.blogs.sapo.pt)
(mailto:singularidade@sapo.pt)

Ah sim? Pois escreve aqui

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O GUARDA-CHUVA MÁGICO

. Noite II

. BOAS NOTÍCIAS

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. EM LISBOA SOU FELIZ!!!

. Aprendendo com a Vida

. Manhã de Outono

. Alegria

. OBRIGADO A QUEM?

.arquivos

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

.Os Meus Queridos Amigos

blogs SAPO

.subscrever feeds