Domingo, 29 de Outubro de 2006

Delírio sensual

Delírio sensual

 

Meu doce e terno complemento

Refúgio de toda a minha tensão

Alento morno do meu coração

Dos meus sentidos o alimento

 

Curvas do meu doce desvario

Maciês que me provoca loucura

Febre delirante que em mim perdura

Fonte de carinho, amor e cio

 

Quero-te hoje nua e molhada

Num banho disposto só para nós

Que me torpe e enrouquece a voz

 

De sentidos meus embriagada

Porque hoje minha doce amada

Do meu desejo serás a doce algoz!

 

29 de Outubro de 2006

publicado por Paulo César às 23:26
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | O que já disseram (4) | favorito
|
Sábado, 21 de Outubro de 2006

Aflito??!!! Perdido??!!!

EU INDICO-LHE O CAMINHO:

AO FUNDO DO CORREDOR, PRIMEIRA PORTA,

À DIREITA!!

 

PS-SAIA SEM FAZER MUITO BARULHO POR FAVOR!

música: Banda Eva
publicado por Paulo César às 23:23
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

Também eu Não Desisto! Obrigado Kiki

Leia

Clicka no endereço e Leia

Se concordar copie o endereço e faça um Post no seu blog com o mesmo endereço!

Para que muitos leiam!

Para que Alguém Leia!

http://sol.sapo.pt/blogs/anahory/archive/2006/10/20/Eu-n_E300_o-me-calei_2C00_-nem-desisti_210021002100_.aspx
sinto-me: Resistência
publicado por Paulo César às 15:58
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | O que já disseram (2) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Outubro de 2006

Luto

Negro Luto

 

Negra de luto vai a gente

Nesta pobreza lusitana

Noite negra e profana

Neste andar descontente.

 

Negro luto tem o povo

Nesta pobreza portuguesa

E mais negro é certeza

No futuro que se quer novo

 

Negra noite deste inverno

Luto negro português

Quem terá a sensatez

 

De mandar para o inferno

Num condenar para o eterno

Quem este negro nos fez!

 

18 de Outubro de 2006

 

Também estás de Luto? Subscreve o Soneto nos comentários.

Pode ser que alguém nos ouça.

Basta que digas: “Também estou de luto”

sinto-me: Estou de Luto
publicado por Paulo César às 22:36
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | O que já disseram (6) | favorito
|
Domingo, 15 de Outubro de 2006

Soneto a uma mulher que abortou

Soneto a Uma Mulher que Abortou

 

Eu sei que no teu peito reside a dor

De um arrependimento profundo

Mas não te condenes tanto por favor

Porque é Misericordioso Nosso Senhor

 

Acalma-te e entra em Paz contigo mesmo

Foi um gesto próprio deste mundo

Que apregoa o egoísmo tão a esmo

Por tantas vozes e a todo o segundo

 

Reconcilia a tua amargurada Alma

Terás por ventura outra oportunidade

E aí assumirás a tua maternidade

 

Que te dará um pouco de mais calma

Que docemente levará à palma

Toda a Amargura e essa ansiedade!

 

15 de Outubro de 2006

tags:
publicado por Paulo César às 10:19
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | O que já disseram (2) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Outubro de 2006

Executivos

Executivos!

 

Vai mal o mundo com certeza

Quando se substitui a bondade

E toda a solidariedade

Pelos números e sua frieza!

 

Quem se importa? Quase Ninguém

O que interessa é estatística

O resto é utopia, é mística

E isso são números também!

 

Cifrões, défice e percentagem

Tecto, economia e gestão

Para quê ter algo no coração?

 

Viva a maioria, o resto é miragem

A esquecer nesta veloz voragem

De boa e eficaz execução!

 

12 de Outubro de 2006

tags:
publicado por Paulo César às 11:05
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Outubro de 2006

Às Armas, às armas

“Às armas, às armas!

 

Contra os Canhões marchar, marchar”

E a minha arma é o teclado

Até ver o canhão derrubado

E deixar de nos massacrar

 

E apelo a ti que és Português

A usares a pena ou o teclado

Chega de chorar tão triste fado

Vamos Para a Luta desta vez!!

 

Eles de facto vão à manada

E sugam todo o sangue dela

Faz surgir armas nesta janela

 

Até os pormos de debandada

a rósea e ilusória cambada

Que a nossa arma é esta Tela!!

 

11 de Outubro de 2006
sinto-me: Farto deles!!
publicado por Paulo César às 14:18
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | O que já disseram (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O GUARDA-CHUVA MÁGICO

. Noite II

. BOAS NOTÍCIAS

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. EM LISBOA SOU FELIZ!!!

. Aprendendo com a Vida

. Manhã de Outono

. Alegria

. OBRIGADO A QUEM?

.arquivos

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

.Os Meus Queridos Amigos

blogs SAPO

.subscrever feeds