Quarta-feira, 18 de Maio de 2005

Aguadeira


aguadeira.bmp


(imagem retirada da internet)


Aguadeira


Tricana que não sei se Marta
Ou Laurinda era a tua graça
O Sol queimava a pele à farta
E esta canseira que não nos passa

Agridoce cheiro forte no ar
E no pó levantado no terreno
Mas quando te víamos a chegar
Já nem sol nem acre era veneno

E só perfume de corriolas floridas
Em noites Coimbrãs cheias de lua
Vinhas e sobre as tranças compridas

O Cântaro de água que só por tua
Sabia aos néctares da própria vida
Ali na meia tarde em plena rua


 
publicado por Paulo César às 12:56
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O GUARDA-CHUVA MÁGICO

. Noite II

. BOAS NOTÍCIAS

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. EM LISBOA SOU FELIZ!!!

. Aprendendo com a Vida

. Manhã de Outono

. Alegria

. OBRIGADO A QUEM?

.arquivos

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

.Os Meus Queridos Amigos

blogs SAPO

.subscrever feeds