Sábado, 28 de Maio de 2005

Ama-me Loucamente

amlo.JPG


Ama-me Loucamente


 


O meu amor ama-me loucamente


Nunca ninguém me amou assim


Nem ninguém me quis a mim


Assim tão incondicionalmente


 


Como posso eu ficar insensível


A tanto carinho e dedicação


Posso ser louco e falível


Mas não me mente o coração


 


O meu amor conquistou-me


E no seu sonho lindo levou-me


A oceanos calmos de prazer


 


Minha baixa moral levantou-me


Pelo seu muito me querer


E eu com ele no peito irei viver!


 

Sexta-feira, 27 de Maio de 2005

Luanda

luanda.jpg


(imagem retirada da internet)


Luanda


 


Terra do negro e do calor


da cerveja e do marisco


que serve ao pescador de isco


e é afrodite de amor


 


Baía das noites de amizade


dos churrascos em vários lares


e dos brancos aos pares


sorrindo de felicidade


 


Luanda de um samba especial


que um dia atravessou o mar


e foi a Vera Cruz conquistar


 


quando era ainda Portugal


num imenso e tórrido carnaval


Terra da imensa lua no mar


 

Madeira

Madeira.JPG


Madeira


 


Minha montanha de basalto feita


Que o mar morno beija em espuma


Como tu minha terra mais nenhuma


É assim tão bela e perfeita


 


Minha esterlícia num jardim


Que me fizeste ir visitar


O meu sonho e o meu lar


E meu bailinho em festim


 


Ergues-te do mar ao céu


Rompendo nuvens de algodão


O verde vivo cobre o teu chão


 


Um chão que também é meu


E que o teu homem sempre venceu


Como sempre vences o meu coração!


 

O Pequeno Pardal

peqpardal.JPG


O Pequeno Pardal


 


Um pequeno e frágil pardal


Caído na poeira do caminho


Sem ter cuidados nem carinho


Tão a ti meu amor igual


 


Um menino dele foi cuidar


Entre mãozitas sentiu calor


E como tu meu doce amor


Ele aprendeu a voar


 


Pardalito que voa só


Já longe do chão e do pó


Vai por aí o petiz


 


Mas dele não tenham mais dó


Porque um menino tanto o quis


Que hoje o pardal é Feliz!


 

publicado por Paulo César às 17:36
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito

Viagem Interminável

vi.JPG


Viagem interminável


 


Um poeta é um sonhador sempre em viagem


Saltitando de paixão em paixão


Ninguém possui o seu grande coração


Porque tem corrente de alta voltagem


 


Ama todo o mundo e mais alguém


Mas tem um só porto mais seguro


Com ele partilha presente e futuro


Mas não pertence a mais ninguém


 


Um poeta é sempre um fingidor


Que a fingir vive e também sente


Um poeta quase que não é gente


 


É fumo nevoeiro e vapor


É a própria essência do Amor


É o mais alto e o mais valente!


 

Quinta-feira, 26 de Maio de 2005

Hoje Tenho Dona!

HOJE TENHO DONA


 


Hoje, por favor, não me venhas namorar


que quero sentir-me dela por inteiro


não quero o remorso na hora de me dar


só quero ser do meu amor primeiro


 


São dela todos os meus sonhos


e os teus olhos se perdem sem brilho


ofuscados pelos sóis risonhos


que tem a mãe do meu filho


 


Não me cantes nem venhas falar


não queiras hoje teu tempo perder


não, hoje não me venhas namorar


 


porque hoje nada me podes dizer


que não me faça inda mais amar


o meu amor meu bem querer

Pela Tarde!

pelatarde2.JPG


Pela Tarde!


 


Quando tu me vens doce pela tarde


Dizer que me desejas e que me amas


Logo o meu peito fica em chamas


E todo o meu corpo por ti arde


 


E quando a tua querida voz fala


Com projectos impossíveis de futuro


Que como só em miragens auguro


Teu amor no meu peito fundo cala


 


E quando a ti própria me descreves


Como se eu cego não te visse


Como se eu insensível não te sentisse


 


E te mostras pura e sensual como deves


E a falar-me de ti própria te atreves


É como se pela tarde voasse e partisse


 

publicado por Paulo César às 19:13
link do post | Ora diz Lá de tua Justiça | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O GUARDA-CHUVA MÁGICO

. Noite II

. BOAS NOTÍCIAS

. Terra Soalheira - CONVITE...

. O MEU ADEUS A ARMANDO SEV...

. EM LISBOA SOU FELIZ!!!

. Aprendendo com a Vida

. Manhã de Outono

. Alegria

. OBRIGADO A QUEM?

.arquivos

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.tags

. todas as tags

.Os Meus Queridos Amigos

blogs SAPO

.subscrever feeds